fbpx

Entenda mais sobre os 4 principais tipos de e-commerce

Vender um produto ou serviço online está se tornando uma atividade cada vez mais lucrativa para as empresas. A facilidade da compra por meio de alguns cliques atrai os usuários e gera movimentações em todo o país. Além disso, é possível vender quase todo tipo de produto ou serviço pela internet.

Existem diversos tipos de e-commerce que se encaixam nos modelos de venda para basicamente tudo o que é comercializado. Neste post, você entenderá quais são esses tipos e as especificidades de cada um deles.

Quer saber mais sobre os tipos de e-commerce e entender como houve essa expansão da funcionalidade no Brasil? Continue a leitura!

O que é um e-commerce?

Conhecido como comércio eletrônico, o e-commerce surgiu a partir do crescimento do interesse das lojas em disponibilizarem os seus produtos para a compra no mercado digital. Assim, essa é uma modalidade que permite a realização de transações de compra e venda por meio de plataformas eletrônicas, como notebooks, tablets e celulares.

Atualmente é gigante a variedade de tipos de produtos e serviços que podem ser comercializado pela internet, disponibilizando a opção de fretes conforme a necessidade de cada usuário. Dessa forma, todas as empresas e prestadoras de serviço podem oferecer ao seu público-alvo esse modelo de negócio, que dá ao comprador a vantagem de não sair de casa ou do trabalho para adquirir o que deseja.

Quais são os tipos de e-commerce?

Com tantas funcionalidades, o comércio eletrônico precisou ser dividido em diferentes categorias de acordo com as suas formas de atuação. Isso acontece porque cada empresa alcança um público-alvo diferente, que pode ser tanto o consumidor final quanto uma outra empresa ou marca.

Abaixo, listamos os principais tipos de e-commerce que você precisa conhecer para pensar em como disponibilizar os seus produtos na internet:

1. B2B

O modelo Business To Business, ou seja, de negócios para negócios, representa as transações realizadas entre empresas. Geralmente essas negociações envolvem grandes volumes de produtos, podendo exigir valores mínimos de compras.

Esses modelos de e-commerce precisam de um alto nível organizacional com logística de entrega e estoque para atender às grandes demandas e exigências das vendas para outras organizações.

2. B2C

O Business To Consumer é o tipo de e-commerce voltado para a venda para o consumidor final, ou seja, a pessoa física. Assim, uma pessoa interessada em um produto procura o site do vendedor e adquire o produto diretamente.

Esse modelo envolve as lojas virtuais e setores varejistas que possuam um comércio online para os seus consumidores.

3. C2C

Normalmente envolvendo uma plataforma de vendas, o modelo Customer To Customer representa os negócios que envolvem apenas consumidores que comercializam os seus bens para outros usuários.

Trata-se de um modelo de marketplace que disponibiliza a sua plataforma para que os usuários possam negociar entre si. Um exemplo desse modelo de comércio é o site Mercado Livre.

4. C2B

Customer To Business pode parecer estranho à primeira vista. No entanto, existem sim e-commerces que proporcionam a troca de bens e serviços de pessoas físicas para jurídicas.

Um dos principais modelos dessas plataformas são os bancos de imagens, onde fotógrafos amadores e profissionais disponibilizam os seus registros para que empresas, como agências de publicidade, utilizem as fotografias em suas campanhas, por exemplo.

Com tantas opções e tipos de e-commerce que descrevemos no decorrer do texto, ficou mais fácil identificar em qual categoria a sua empresa se encaixa? As organizações devem investir na melhoria do comércio digital para atender às necessidades dos compradores, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

O que achou do nosso texto sobre os principais tipos de e-commerce? Gostou? Então compartilhe a publicação em suas redes sociais e divida esse conhecimento com os seus amigos!

Open chat