joker123 Não perca 5 tendências de mercado e-commerce para 2019

Não perca 5 tendências de mercado e-commerce para 2019

As compras on-line têm crescido cada vez mais. Não é para menos, já que elas costumam proporcionar mais comodidade ao consumidor. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) avalia que, em 2019, o faturamento nas vendas dessa forma deve chegar a R$79,9 bilhões, um crescimento de 16% em relação ao ano anterior. No entanto, o lojista que queira se diferenciar precisará estar por dentro das tendências de mercado e-commerce.

Continue a leitura e saiba no que investir para oferecer uma boa experiência de compra!

Isso porque com essa expansão, aumenta também a concorrência. Além disso, os compradores estão cada vez mais exigentes, com mais acesso a informações e possibilidades de escolha.

1. Acesso mobile

Ainda que esse tema já seja discutido há um tempo, nem todos os e-commerces estão preparados para propiciar todo o processo de compra apenas por smartphones e tablets. Alguns contam com um site navegável, mas apresentam problemas em alguma das etapas, como no pagamento. Mais do que nunca, as pessoas estão acessando seus dispositivos mobiles para fazer aquisições fáceis e rápidas. O comerciante precisa garantir que todos os passos estejam otimizados.

2. Aplicativo próprio

Outra forma de complementar a experiência do usuário e deixar tudo mais prático é investindo em um aplicativo próprio da marca. Um ponto positivo desse recurso é a facilidade em tornar as compras mais personalizadas, já que é possível conhecer melhor sobre as preferências de cada cliente. Assim, a loja pode criar propagandas mais direcionadas — por meio dos cookies, por exemplo.

3. Realidade aumentada

Uma das mais modernas tendências de mercado e-commerce, a tecnologia de realidade aumentada já está chegando em países mais desenvolvidos — e tudo indica que logo virá ao Brasil. Como os celulares andam mais sofisticados, o usuário poderá simular como aquele produto tão desejado (um sofá, por exemplo) ficará em sua casa, junto do restante da mobília. Ou, ainda, vivenciar, virtualmente, uma parte da viagem, a fim de decidir o melhor destino para ir naquela data.

4. Compra por voz

Assistentes virtuais (como Siri, Alexa e Google Assistente) já estão presentes nos nossos dias. Essa popularização viabiliza aos lojistas investirem em sistemas parecidos para auxiliar os consumidores a encontrarem o que precisam. Para que o processo seja satisfatório, será necessário contar com a inteligência artificial — otimizando o SEO nesse modo e conseguindo propiciar informações mais detalhadas a respeitos dos produtos —, a fim de aumentar a conversão.

5. Sistema compra e retira

Também chamado de sistema pickup store, nessa forma de compra, o usuário pode fazer sua aquisição pelo e-commerce e retirar o produto em alguma loja física. Além de trazer vantagem ao consumidor, que não gasta com frete, é positivo ao varejista, que não se preocupa com o estoque (pois faz o pedido de acordo com as encomendas) e, ainda, tem a possibilidade de aumentar o ticket médio da venda, caso o cliente leve mais algo que gostou na hora.

As tendências de mercado e-commerce devem ser analisadas e planejadas por cada comerciante que tenha o desejo de aumentar suas vendas e conseguir um destaque da concorrência. Com isso, é importante ficar atento às novidades, com o intuito de tornar o processo de aquisição um momento agradável e único.

Continue por dentro dessas inovações e saiba, no próximo artigo sobre como estruturar um atendimento multicanal e beneficiar sua loja virtual.

Open chat